Rádio Líder do Vale - 24hs ao vivo - Aperte o Play e escute ----->>>
Pubicado em: qui, mar 7th, 2019

Resultado de levantamento para o Aedes aegypti coloca Sapucaia em alerta

Sapucaia do Sul está em situação de alerta para a transmissão de dengue, segundo o último Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti – LIRAa. O levantamento, realizado pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Saúde, ocorreu entre os dias 18 e 22 de fevereiro, quando foram vistoriados 1.536 imóveis urbanos e encontrados 49 focos do mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus. A ação foi executada pelos profissionais da Vigilância Ambiental do Município.

O estado de alerta segue, uma vez que, de cada 100 imóveis foram encontrados focos de Aedes aegypti em cerca de 3 deles. Foram identificados focos do mosquito em 19 bairros neste levantamento, entre os 35 investigados. Os bairros com maior número de focos identificados foram o Santa Luzia, Santa Catarina, Freitas e Nova Sapucaia. A situação de cada bairro será divulgada em cartazes afixados nas Unidades de Saúde. Além disso, neste mês de janeiro, Sapucaia do Sul teve o primeiro caso importado de dengue confirmado no município.

População precisa fazer a sua parte
A secretária municipal da Saúde, Roberta Bazzo, chama a atenção para a importância da comunidade se conscientizar e fazer a sua parte. “Os principais criadouros do mosquito ainda são os pequenos depósitos, que são de fácil eliminação pela população, como baldes, potes de plásticos e vidro, vasos, canos, etc. Isto tem sido constatado nos últimos levantamentos realizados na cidade. As pessoas precisam eliminar estes criadouros em potencial de suas residências”, alerta a secretária.

A Prefeitura segue atenta aos casos suspeitos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti realizando, sempre que necessário, bloqueios para controle do vetor. É importante que os cidadãos sapucaienses, que apresentem febre repentina acompanhada de sintomas como dor de cabeça, dor muscular ou articular, manchas vermelhas no corpo, procurem atendimento médico. O Ministério da Saúde alerta para o crescimento de 149% nos casos de dengue no País este ano.