Rádio Líder do Vale - 24hs ao vivo - Aperte o Play e escute ----->>>
Pubicado em: seg, jul 16th, 2018

Projeto de loteamento industrial é apresentado em reunião na Acise

Esteio – O Loteamento Industrial Esteio do Futuro, projeto da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SMDUH) que prevê a destinação de 19 lotes no final da Avenida Celina Kroeff, no Bairro Novo Esteio, para a implantação de empreendimentos empresariais, foi apresentado na noite de quinta-feira, 12, pelo prefeito Leonardo Pascoal em evento na Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Esteio. A reunião contou com a presença de liderança políticas e empresariais, que lotaram a sede da Acise.

Antes de dar detalhes do Loteamento, Pascoal ressaltou a importância Esteio do Futuro para o desenvolvimento econômico da cidade e destacou que a iniciativa está dentro das realidades do Município. “Nós não vamos apresentar aqui um projeto mirabolante, que venda ilusão. Apresentaremos algo real, verdadeiro, honesto e franco, dentro das possibilidades que nós temos e dentro daquilo que entendemos que é o melhor para atender aos interesses dos empreendedores, mas, acima de tudo, preservando os interesses do Município”, afirmou.

Durante a apresentação, o prefeito adiantou que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) já concedeu a Licença Prévia Ambiental para a implantação do Loteamento. Pascoal também afirmou que o projeto respeita o que preconiza o Plano Diretor de Drenagem Urbana e Novo Plano Diretor de Esteio, sancionados em junho e outubro do ano passado, respectivamente. O chefe do Executivo ressaltou, ainda, que o Loteamento observará a estudo da Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan) sobre a bacia de drenagem do Rio do Sinos.

Quem também falou sobre a relevância do Esteio do Futuro foi o titular da SMDUH, Marcelo Kohlrausch. “Nós trabalhamos em cima deste projeto, com envio de propostas de alterações de leis para a Câmara, que modernizaram a nossa legislação e possibilitaram a implantação deste empreendimento. Agora temos segurança jurídica e ambiental para implantar o loteamento. Coloco toda a nossa secretaria para esclarecer dúvidas, dar esclarecimentos. Vamos torcer todos pela bandeira de Esteio”, disse.

Também falaram antes da apresentação do projeto os presidentes da Câmara de Vereadores, Sandro Severo, e da Acise, Longuinho Musikante. “Faz bastante tempo que se fala em distrito industrial aqui em Esteio. Nós, das entidades empresariais, temos certeza que desta vez esse projeto vai ser realizado, porque tem um planejamento com início, meio e fim”, afirmou Longuinho. “Esse é um momento de alegria. Convivi durante mais de 10 anos aqui na Acise antes de ser vereador e acompanheir a luta desta entidade e da CDL para que fosse efetivada uma área industrial aqui na cidade de Esteio. Hoje está sendo dado um passo inicial para alavancar o desenvolvimento social e econômico, com geração de emprego e renda, em nosso Município. Conte com a gente, prefeito, na Câmara de Vereadores para aprovar o projeto e adiantar essa proposta de crescimento para nosso município”, disse o vereador.

Mais de 33,8 mil metros quadrados
O Loteamento Industrial Esteio do Futuro é mais um passo da Administração Municipal para incentivar a geração ou a expansão de negócios na cidade, com a destinação de uma área com mais de 33,8 mil m² no fim da Av. Celina Kroeff para a instalação de empresas.

Do total do espaço, 20,1 mil m² serão divididos em 19 lotes, com área média de 1.062m² e testada média de 29,72m. O projeto prevê a construção de uma rua interna com 20m de largura e a reserva de uma área institucional com 1.703m². Parte do espaço será mantido com áreas verdes, com 3,5 mil m² de reservas e 1,3 mil m² de área de preservação permanente.

Uma das principais vantagens para a instalação de empresas no Esteio do Futuro é a localização do loteamento, distante 20 km de Porto Alegre. O transporte por via terrestre é facilitado pela ligação do Município com três importantes rodovias gaúchas (BR-116, BR-448 e RS-118), que permitem o acesso a outras regiões do Estado, do país e do Mercosul. A opção de cargas aéreas também é favorecida, uma vez que Esteio fica a 17 km do Aeroporto Internacional Salgado Filho. Além disso, o setor industrial esteiense ficará localizado nos fundos do Parque de Exposições Assis Brasil, sede de uma das maiores feiras agropecuárias da América Latina, a Expointer, e fica ao lado de um ramal ferroviário, operado pela Rumo Logística.

A comercialização dos espaços aos interessados em ter um espaço no novo loteamento industrial na Região Metropolitana se dará por leilão de bem público, que poderá ocorrer, em princípio, em novembro deste ano. Cada lote será vendido individualmente, com valor inicial de R$ 300/m². A aquisição será limitada a, no máximo, dois lotes por CNPJ, e o pagamento será feito em 25% na entrada e saldo em até 11 parcelas mensais e consecutivas.

Ficará a cargo da Prefeitura a entrega dos lotes individualizados e a execução da infraestrutura. Estão previstas a terraplanagem dos lotes, pavimentação da rua interna do loteamento, rede de drenagem, sinalização viária, sistema de abastecimento de água, rede coletora de esgoto sanitário, rede de distribuição de energia e iluminação pública e arborização dos passeios e da área verde.

O cronograma após o lançamento do Loteamento Industrial Esteio do Futuro prevê o envio à Câmara de Vereadores, ainda neste mês de julho, do projeto de lei autorizativo de uso da área. Até setembro, serão feitas as aprovações necessárias junto a órgãos competentes. Com a venda dos espaços estimada para novembro, a Prefeitura estima dar início às obras de infraestrutura em janeiro de 2019. Os lotes seriam entregues em março de 2020.