Rádio Líder do Vale - 24hs ao vivo - Aperte o Play e escute ----->>>
Pubicado em: qua, abr 25th, 2018

Campanha de Vacinação contra a Gripe inicia com grande procura

Sapucaia do Sul – O prefeito de Sapucaia do Sul, Dr. Luis Rogério Link, acompanhou o primeiro dia da Campanha de Vacinação contra a Influenza, marcado por muito movimento nos postos de saúde. Ao todo, 2.326 pessoas procuraram as unidades na segunda-feira, 23 de abril, para tomar a vacina que protege contra o vírus da gripe. A campanha segue até 1º de junho, e a meta no Município é vacinar 35.272 sapucaienses.
O prefeito, que vacinou algumas pessoas que foram até as UBSs Nova Sapucaia e Cohab Blocos, destacou a importância da vacina para quem faz parte do público-alvo da campanha. “Em idosos, gestantes, crianças e demais pessoas do grupo prioritário, a influenza pode levar a complicações, como a pneumonia. Por isso, os sapucaienses que fazem parte deste grupo devem procurar as unidades de saúde e se vacinarem”, falou Dr. Link. O secretário municipal de Saúde, Neio Lúcio Pereira, também acompanhou o primeiro dia da campanha.
Em Sapucaia, a vacina está disponível em todos os 25 postos de saúde, além do Ambulatório de Infectologia e da Clínica de Saúde da Mulher – Clisam, de segunda a sexta-feira, no horário de atendimento das unidades.
Quem deve vacinar: A vacina é destinada às pessoas com 60 anos ou mais, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto) e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Além deste público, poderão ser imunizados contra a influenza, os trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, os povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.
Dos 35.272 sapucaienses que devem ser vacinados, 13.773 são idosos; 3.018 crianças de 6 meses a dois anos; 5.334 crianças de 2 a 4 anos; 2.134 trabalhadores da saúde; 1.509 gestantes; 248 puérperas e 9.256 pessoas com doenças crônicas. Os demais grupos não têm metas estabelecidas.