Pubicado em: qui, abr 20th, 2017

Comissão de Segurança discute paralisação nas obras de microdrenagem na Rua Bento Gonçalves

Na tarde de ontem (18), a Comissão de Segurança Pública, Defesa do Consumidor e Direitos Humanos, presidida pelo vereador Márcio Alemão (PT) e integrada pelos vereadores Harri Zanoni (PSB) e Sandro Severo (PSB), reuniu-se com o Secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Kohlrausch, para tratar sobre a paralisação das obras de microdrenagem na rua Bento Gonçalves, no bairro São Sebastião. Também estavam presentes o vereador Leonardo Dahmer (PT) e a engenheira responsável pela obra, Carla Regina Cardias.
Segundo o vereador Márcio Alemão, a reunião foi solicitada pois os moradores do local estão cobrando informações sobre os prazos de conclusão da obra. “A comunidade está apreensiva com a chegada do período de chuvas e esta obra tem relação direta com a prevenção de alagamentos na região” afirma.
Na oportunidade, Marcelo Kohlrausch informou que foi feito um levantamento topográfico na região e verificaram a necessidade ajustes no projeto. “Justificamos os ajustes e enviamos para a Caixa Econômica Federal, que agora está avaliando”, assegura. A engenheira Carla Regina comunicou que, para os ajustes serem feitos, será necessário um acréscimo de R$ 93 mil no orçamento da obra. Segundo ela, a previsão de início da obra, depois da avaliação da Caixa, é ainda em maio.
Conforme o projeto de drenagem, que teve a ordem de execução dada em dezembro do ano passado, a rede comportará 1,8 mil metros de galerias nos dois lados da rua para escoamento pluvial, no trecho entre a curva da Vila Ezequiel e o Arroio Esteio. Com investimento de R$ 2,4 milhões, estão previstas instalações de tubos de concreto armado com diâmetros que vão de 0,3m a 1,5m (os quais serão utilizados no ponto final da rede, em um ramal que desembocará no Arroio Esteio). O projeto prevê, ainda, a colocação de poços de visita e bocas-de-lobo, assim como a recuperação do asfalto e meio-fio nos locais que receberão os canos. A empresa contratada é a Plasma Pavimentadora e Construtora Ltda.
Marcelo Kohlrausch reforçou que irá informar a Casa Legislativa quando for dado o prosseguimento no projeto. “Assim que recebermos uma autorização da Caixa comunicamos em ofício”.