Pubicado em: qui, ago 11th, 2016

Jovens de CTG preparam apresentação pelo Vitrine Multicultural

20160805_EduardoBarattoLeonardi_NoiteGauchaCTGIndependenciaGaucha_abreUma das propostas do projeto Vitrine Multicultural em Esteio abrange o tradicionalismo. Na última sexta-feira (5), o grupo da Invernada Juvenil do CTG Independência Gaúcha, no Bairro Novo Esteio, fez o primeiro dos ensaios visando a apresentação final do projeto, prevista para dezembro. Os jovens treinaram a entrada da apresentação, assim como dançaram o maçanico e o chico sapateado.

Ao mesmo tempo, os integrantes do CTG fizeram uma mostra sobre o chimarrão, expondo algumas formas em que a erva-mate pode ser colocada na cuia para tomar a famosa bebida. Cada uma leva um nome: tem “estrela”, “flor”, do “peão pobre”, da “china pobre”, “de colher”, “da praia”, e “dos namorados”, que é servido com duas bombas. A noite teve, ainda, janta campeira e tertúlia livre.
Projeto Vitrine Multicultural
Com o objetivo de fomentar e descentralizar a cultura, o projeto promove aulas de diferentes manifestações culturais totalmente gratuitas. As atividades vêm ocorrendo no Centro Comunitário da Avenida Brasil, no Centro Municipal de Educação Básica Trindade, no CTG Independência Gaúcha e na Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya.
Ao todo, são seis oficinas: Balé e Jazz, Percussão, Carnaval, Cultura Indígena, Capoeira e Danças Tradicionais Gaúchas. O projeto é promovido pela Secretaria Municipal de Arte e Cultura (SMAC), com apoio da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), através do Fundo de Apoio à Cultura (Pró-cultura RS FAC).
As mostras do Vitrine Multicultural acontecem entre os meses de agosto e novembro. Confira abaixo a programação.

egrantes do CTG fizeram uma mostra sobre o chimarrão, expondo algumas formas em que a erva-mate pode ser colocada na cuia para tomar a famosa bebida. Cada uma leva um nome: tem “estrela”, “flor”, do “peão pobre”, da “china pobre”, “de colher”, “da praia”, e “dos namorados”, que é servido com duas bombas. A noite teve, ainda, janta campeira e tertúlia livre. Projeto Vitrine Multicultural Com o objetivo de fomentar e descentralizar a cultura, o projeto promove aulas de diferentes manifestações culturais totalmente gratuitas. As atividades vêm ocorrendo no Centro Comunitário da Avenida Brasil, no Centro Municipal de Educação Básica Trindade, no CTG Independência Gaúcha e na Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya. Ao todo, são seis oficinas: Balé e Jazz, Percussão, Carnaval, Cultura Indígena, Capoeira e Danças Tradicionais Gaúchas. O projeto é promovido pela Secretaria Municipal de Arte e Cultura (SMAC), com apoio da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), através do Fundo de Apoio à Cultura (Pró-cultura RS FAC). As mostras do Vitrine Multicultural acontecem entre os meses de agosto e novembro. Confira abaixo a programação.