Pubicado em: qui, out 23rd, 2014

Feira do Livro: Cerca de seis mil obras foram comercializadas durante o evento

Cerca de seis mil obras foram comercializadas durante o eventoO evento promovido pela Prefeitura de Sapucaia do Sul, com realização da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e SESC-RS, coloriu o Calçadão da cidade de 14 a 18 de outubro. A Feira teve seu encerramento oficial na tarde de sábado, 18, e contou com a participação especial do músico sapucaiense Silvio Costa, que cantou a canção Amigos para Sempre enquanto os livreiros da feira eram homenageados com cravos pela patrona Iranélci Padilha.
O secretário municipal de Educação, Luciano Rodrigues, agradeceu o empenho de todos os envolvidos na realização da Feira do Livro 2014. “A Feira do Livro já é um evento consolidado na cidade e temos que mantê-lo pela sua grandeza e importância no desenvolvimento dos sapucaienses.” Já a patrona da Feira do Livro 2014, Iranélci Padilha, parabenizou a Administração Municipal pela retomada do evento. “Nossa feira foi um sucesso mais uma vez, e isto comprova a necessidade de consolidarmos este evento e este espaço de amor pelos livros e pela literatura na nossa cidade. Estou imensamente feliz por ter sido escolhida como patrona e fazer parte deste grande momento para Sapucaia.”
Durante a cerimônia de encerramento da feira, a jovem escritora sapucaiense, Maria Beatriz da Costa Ávila, 14, autora do livro Ergox – O prenúncio dos quatro elementos, recebeu uma placa das mãos do secretário Luciano Rodrigues e da patrona Iranélci Padilha, em homenagem à sua estreia no mundo literário e ao futuro da literatura. Emocionada Maria Beatriz, que estava acompanhada dos pais e da diretora da Escola Maria da Glória, Claudia da Rosa, agradeceu o reconhecimento da Prefeitura e o incentivo dos seus pais e professores.
SATISFAÇÃO – A Feira do Livro de Sapucaia do Sul não deixa sua marca somente na população que recebeu o retorno do evento de braços abertos. Os livreiros também demonstraram a sua satisfação em fazer parte da atividade. Ricardo Fonini, da Editora Pradense de Porto Alegre, afirma que a feira tem se destacado na região. “Participei no ano passado e estou de volta este ano. Sapucaia está de parabéns pela sua feira. Para mim é a melhor da região.” O vice-presidente da União Municipal Espírita de Sapucaia do Sul, Astrogildo Severo, também chama a atenção para o crescimento do evento. “Para nós a feira é excelente. É um espaço essencial de divulgação e venda de obras importantes. O mais interessante é consolidar o espaço do calçadão como o palco da feira. É um evento que não pode parar”, disse Astrogildo. Breno Dreher, do Brique de Nóia, já espera a próxima edição. “Gostei muito de participar da feira. Foi muito bom mesmo. Já estamos aguardando a próxima edição.”

Teatro, música e dança no último dia da feira
O Calçadão de Sapucaia do Sul foi palco de diversas manifestações culturais ao longo dos cinco dias da Feira do Livro. No último dia do evento não foi diferente. Pela manhã, o público se emocionou com a apresentação do Coral da Faculdades Equipe – FAE, o Vocasapiens, de Sapucaia do Sul e com o Coral Unidos pela Música, de Esteio. Na seqüência, a magia da dança do ventre chamou a atenção de quem passava pela feira, com as apresentações do Estudo Sollyah, de Sapucaia. Já no início da tarde, crianças e adultos se divertiram com o espetáculo teatral Contos da Floresta, do Fantomania Teatro de Bonecos, de São Leopoldo. Já o grande show de encerramento ficou por conta do grupo musical Os Buquezeiros, de São Leopoldo, que levaram o público a uma viagem musical pelos clássicos do samba e do chorinho.